sexta-feira, 9 de abril de 2010

Chuvas de Abril

Toda vez que há uma catástrofe provocada pela natureza, surgem os profetas anunciando o fim do mundo. De tanto palpite, um dia eles acabam acertando.
- É bom se preparar, meu filho, o apocalipse chegou! – disse um senhor de uns 70 anos, conhecido meu.
- Ué, mas não era você mesmo que tinha a certeza que o mundo iria acabar em 2012?
- Então, as prestações começaram.

Pensei: enchentes, desabamentos, mortes... Êta juros altos!

Não sei ao certo o que conseguiríamos evitar com uma política de prevenção séria. A quantidade de chuva foi enorme e poderia até ser imprevisível. O que não pode ser surpresa é a Defesa Civil descobrir só na hora da tragédia que a favela foi erguida em cima de um lixão.

Não adianta dizer que a culpa é apenas da população por construir casa em áreas de riscos. Qual a alternativa que se tem? Há uma política de habitação? Caso haja, está integrada a uma política de transporte, para que essas pessoas cheguem aos locais de trabalho, escolas e hospitais. Suspeito que é mais imprevisível o dia em que tudo isso funcionar do que outra chuva dessas.

Previsível (e triste) é o governo do Rio receber propostas de ajuda de outros estados e argumentar que, por enquanto, não é necessário. Ora, se não é necessário, por que é a população que está ajudando a remover os escombros à procura de sobreviventes e corpos? Fazendo isso, claro, sem nenhum preparo e segurança. Negar a oferta dessa ajuda é apenas uma tática simples e óbvia de passar a ideia que está tudo sob controle. Ou seja, além de bom senso, falta criatividade para os governantes.

Não sei se o velhinho amigo meu está com a razão e o apocalipse já está acontecendo. Mas que há algumas bestas aparecendo por aí, isso há.

10 comentários:

  1. Oi Vartan!
    Parabéns mais uma vez pelo texto.
    Vamos torcer para que tudo isso melhore!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Passei a receber os links das suas postagens. Curiosa, fui lá e li. Único spam útil que já recebi na vida. Agoro seus textos, vou até colocar link lá no meu blog!
    bjo,
    Karen

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto, Vartan!
    Beijos!!!
    Maressa

    ResponderExcluir
  4. Sensacionalllll! Diz tudo que eu queria dizer... Parabéns! BJs.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. disse...
    É querido suas palavras refletam nossa indignação,e particularmente estou vivendo tudo isso na pele,pois minha irmã,cunhado e dois afilhados ,que moravam em uma vila de casas no Rio Comprido quase perderam a vida na madruagda de seg/terça,quando houve um deslizamento de terra que invadiu com muita água da chuva sua casa ,hoje a casa está inabitável e com risco de desabamento tudo foi destruído nem os documentos do meu cunhado se salvaram a água destruiu tudo absolutamente tudo e mais ,nem se quer apareceu alguém p/ prestar socorro e até hj tb a defesa civil não deu as caras..pode? É ,esse é o país em que vivemos ,desde então ela está morando conosco até poder se estabilizar ,mas e aqueles que nem tem p/ onde correr?é triste, muito triste!!!!!!!!!Apesar de tudo continuo agradecento a Deus pela vida que eles tem.
    grande beijo..Michelle e família

    ResponderExcluir
  7. O FINAL FOI EXCELENTE, VARTAN!

    E O VARTANZINHO 2, A VINGANÇA? COMO ESTÁ? RSS...FICA COM DEUS! BJOSS,
    ROSANA MATTOS.

    ResponderExcluir
  8. Pessoal,
    Muito obrigado pelos comentários!

    Karen, valeu pelo link!

    Rosana, assim que puder, foi postar o vídeo-crônica do vartanzinho 2. rsrsr

    Michele, nunca vi situações parecidas como essa tão de perto! É tudo muito triste. Desejo muita força pra vc e sua família. E estou à disposição para caso precisem de qq coisa.

    bjs

    ResponderExcluir
  9. Vartan,

    Só vc msm para falar com certo humor da tragédia sem insultar, agredir ou ser pedante. Parabéns!

    Essa "bundolência" das autoridades cansa. O problema é que cansa tanto que a gente vai lá e reelege os caras.

    Mas, como oportunamente digo em um post recente no meu blog, a culpa deve ser mesmo dos cachorros. Ou do vento.

    http://amvasconcellos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Vartan,

    Adorei o seu texto, como sempre. Parabéns pela capacidade de fazer humor porque a vida deve ser assim, leve e discontraída... E para retribuir o recadinho simpático que deixou no meu blog, posso dizer que temos uma visão parecida desta tragédia. Tomara que a gente consiga escrever coisas mais amenas daqui pra frente. Ihhh, não vai dar, vem campanha eleitoral por aí!!!

    Beijos
    Paula

    ResponderExcluir